Previous
Next

Pesca na Argentina: Dicas e tudo que você precisa saber!

pesca na argentina

Olá meus amigos e minhas amigas amantes da pesca! Vocês sabiam que a pesca na Argentina proporciona um grande acervo de espécimes de peixes e vários pontos turísticos?

Para aqueles que buscam se aventurar nos pontos turísticos mais incríveis de nosso continente sul-americano, neste artigo, falaremos então sobre uma viagem a um dos melhores lugares do mundo para prática da pescaria esportiva.

Um lugar subestimado que, embora poucas pessoas tenham um conhecimento mais profundo sobre esse local, ele proporciona paisagens deslumbrantes e diversas surpresas ao pescador que deseja realizar suas pescarias nas águas remotas da América do sul.

Então, a partir de agora, acompanhe-nos neste artigo, pois iremos fazer uma viagem para conhecer a pesca na Argentina! Continue lendo e confira!

Pesca na Argentina: Saiba tudo sobre esse incrível ponto turístico para os pescadores!

pesca na Argentina

Argentina, país que temos um grande histórico de rivalidade por conta do futebol. Entretanto, quando se trata de pescaria, podemos dizer que falamos a mesma língua e jogamos no mesmo time de nossos Hermanos!

Argentina: Localização Geográfica do país e como chegar lá?

Um país localizado na América do Sul, cuja sua região Nordeste faz fronteira com a região Sul do Brasil, ao norte com a Bolívia e Paraguai; a Leste com o Uruguai, oceano Atlântico e Ilhas Malvinas; e, por fim, a Oeste com o Chile.

Seu clima diversificado favorece totalmente a atividade da pesca. Isto é, em períodos de clima frio, entre junho e agosto, normalmente o pescador vai se deparar principalmente com uma enorme quantidade de Surubins, Bagres, Jaús e Patis.

Já nos meses de clima mais quente, entre setembro e maio, inicia-se, portanto, o período mais recomendado para a pesca na Argentina, pois é a alta temporada. Durantes esses meses, os pescadores serão surpreendidos com a pescada do famoso Dourado, peixe que nós pescadores admiramos muito e temos um carinho especial.

Há diversas regiões da Argentina em que podemos encontrar o cobiçado Dourado. Falaremos então de algumas delas para que o amigo pescador saiba o mapa do “tesouro”, e tenha um prévio conhecimento dos locais mais favoráveis para pesca na Argentina.

Região de Corrientes: uma das mais procuradas para a pescaria na Argentina

A primeiro momento, quero falar de Corrientes, situada na região Nordeste da Argentina – no Alto Paraná, – é nesta região que se localizam as cidades de Ita, Ibaité, Itati e Yahapé, locais que, sem dúvidas, estão no TOP 5 do país, quando se trata de pesca na Argentina.

A região é um dos melhores destinos para a prática da pesca não apenas na Argentina, como em toda América Latina. Desta maneira, podemos então dizer que este é um lugar abençoado, onde os pescadores poderão encontrar os maiores Dourados do planeta. Corrientes está localizada entre dois rios, o Rio Paraná e o Rio Uruguai.

Só para se ter uma ideia, por ano, cerca de aproximadamente 70 mil brasileiros se deslocam à Corrientes para se aventurarem na pesca esportiva. E a busca por peixes de grande porte não se concentra somente nos diversos Dourados encontrados nos rios locais, mas também em outros peixes nativos da região: sendo um deles o famoso Surubim.

Por ser um local preservado e principalmente protegido por lei, a preservação dos peixes é visível, sobretudo para turistas e pescadores que visitam o local.

Logo, isso acaba atraindo os amantes da pesca de todos os hemisférios do planeta e, na certeza de que o lugar proporcionará grandes histórias e momentos especiais, a pesca nesse lugar, por fim, é propícia praticamente o ano todo, apesar de que a alta temporada ocorre entre os meses de agosto, setembro e outubro.

Pesca na Argentina: Yahapé e o acervo de espécimes para a pesca esportiva

Outra cidade que atrai o pescador é a cidade de Yahapé, estrategicamente posicionada no reduto dos gigantes, no rio Paraná. Neste lugar, o pescador encontrará em abundância os peixes mais badalados destas regiões, entre eles, novamente, Dourado, Pacu, Surubim; o Pintado, bem como o Cachara.

Só para que o pescador tenha uma ideia da vultuosidade destas espécies nos gigantes rios de Yahapé, é possível ainda encontrar, nessa localização, Dourados de 30Kg! E mais do que isso, pasmem! O pescador poderá se deparar com espécimes de Pintados de até 70kg! Ou seja, meu caro amigo, você irá precisar estar munido de excelentes equipamentos de pesca, pois irá enfrentar fortes aventuras.

Veja no link abaixo tudo que você levar para a captura dessas imensas espécies nas águas argentinas:

Pescaria na Argentina: como tornar esse sonho realidade

O que é preciso saber antes de se aventurar em uma pesca na Argentina?

Primeiramente, para ingressar na Argentina, o viajante deve estar com seu RG em mãos, cujo documento não poderá ter mais de 10 anos de emissão; ou passaporte com validade de no mínimo seis meses.

Para ingressar no país, não é valido CNH, Certidão de Nascimento, ou qualquer outro documento que não seja o RG e passaporte conforme as regras descritas no início desse parágrafo.

Uma recomendação importante é estar com a Carteira Internacional de Vacinação de Febre Amarela em dia. E, embora isso não seja uma exigência forma, é sempre importante estarmos prevenidos.

É possível chegar à Província de Corrientes através de agências de viagens. O pescador poderá chegar ao local utilizando meios de transportes de sua preferência: ônibus, se o grupo de pescadores e turistas for grande; ou de carro ou avião dependendo da quantidade de pessoas que irá viajar. Isso ficará ao critério dos viajantes.

Caso o turista decida fazer sua viagem de carro, existem duas rotas possíveis que levam o turista à região de Corrientes. A primeira é por Puerto Iguazu, na Província de Misiones, e por Paso de Los Libres, na fronteira com o Rio Grande do Sul.

Para a maioria dos pescadores, portanto, a melhor opção é por meio de Foz do Iguaçu (PR).

Passando por Foz, uma dica que deixaremos aqui para os viajantes é: Aproveite a paisagem, descanse um pouco e conheça uma das melhores maravilhas da natureza, as Cataratas do Iguaçu.

Além disso, pode gastar um “pouquinho” com compras em Ciudad del Leste, no Paraguai, ou no Free Shop de Puerto Iguazu. Escolhendo a opção de ir através de Foz do Iguaçu, o turista percorrerá mais 320 km até chegar a Corrientes. O bom é que o Pescador poderá aproveitar todo o roteiro da viagem.

Já para quem parte do Rio Grande do Sul, e também de algumas regiões de Santa Catarina, a melhor rota é seguir por Uruguaiana. Em seguida, Paso de Los Libres. Esse acesso está mais próximo à região dos Esteros Del Ibera, e mais longe dos famosos pontos do “Corredor Grande Corrientes” e do “Corredor Alto Paraná”.

pesca na argentina
Esteros Del Ibera, Corrientes, Argentina

Até a capital Corrientes, por exemplo, são 381 km. Mesmo assim, a viagem é tranquila, a pista apresenta boas condições.

Pesca na Argentina: uma viagem que vale a pena!

E diante de tudo isso, só posso dizer que vale muito a pena se aventurar em território argentino, principalmente para quem é amante inveterado da pesca esportiva, pois além de praticar o nosso amado esporte, o pescador também irá conhecer lugares maravilhosos.

E se você gostou dessas dicas, então continue navegando em nosso blog e veja muito mais incríveis dicas de pesca como essas!

Afinal de contas, não existe nada mais prazeroso do que uma pescaria que te leve a conhecer lugares maravilhosos sobretudo neste vasto continente chamado América do Sul.

Portanto, o melhor que você tem a fazer depois de ler este artigo é compartilhar com o máximo de pessoas possível, para que todos possam conhecer a Argentina, e saber principalmente o quanto esse país pode oferecer de vantagens para turistas e pescadores que decidiram pela pesca na Argentina.

Cote sua pescaria, aqui você paga o mesmo preço do hotel e ainda conta com vantagens.